21/03/11

GABRIELA PAIS

"relax



Sinto meu coração espartilhado,
Afuselado, de tal modo quase extinto,
Pressinto a entrada num labirinto,
Será que minto, ao acreditar no instinto?

Tanto sonhei por este momento,
Ao relento, vi as nuvens em pranto,
Num manto enrolado cinzento
Sem alento caí, fui parar num canto.

Gostaria de saber tornar inteligível,
Nada é falível no amor? Assim deveria,
Tornaria o ser na sua afeição credível,
Aprazível roseiral..., entre nós cresceria.

A essência do amor vou esculpir,
Quero augir uma obra com ardência,
Mas a força do escopro a faz aluir,
Fico a bramir, a carpir a decadência.

Gabriela Pais
16-03-2011






Nasceu em Lisboa, na Rua da Condessa ao Largo do Carmo.
 Estudou em Lisboa, Luanda e Coimbra,
 encontrando-se aposentada como técnica superior da
 Secretaria Geral do Ministério da Justiça.
 Viveu em Luanda cerca de 9 anos.
Não suporta a mentira e a desonestidade, como defeitos (entre outros), a teimosia.
Gosta de pintar e compor poesia. “Matiz do Mundo” é o seu primeiro livro.

 Image and video hosting by TinyPic


Na Temas Originais, é autora de:





 



 

8 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Deixando um beijinho no dia da poesia...e a tua convidada de hoje escreve muito bem, adorei.

Sonhadora

J. Antero disse...

Tenho estado ausente, mas não esquecido do que aqui me espera...
Mais uma belissima partilha, pudesse eu acompanhar todos estes autores que nos dás a conhecer e seria concerteza mais colorido o jardim da minha vida...
Boa semana...
Bjs e abraços para ti Ceu e todos quantos por aqui passam :-)

http://antero-oliveira.blogspot.com

taio disse...

encantador

Secreta disse...

Muito bonito o poema.
:)

Mario disse...

Ao relento, vi as nuvens em pranto...
mais um belo poema a adornar este não menos belo espaço...
Parabéns!

lola disse...

Nunca había oído hablar de ella por lo que te doy las gracias por esta entrada, me gusta leer y la poesía por lo que intentare la próxima vez buscar algo de ella
Un abrazo

Dimi Éter disse...

"a alma sujou-se de lama / o corpo puro do barro".
Tocante o teu poema!

BRISA disse...

AMIGA
BOA NOITE VIM TE FAZER UMA VISITINHA PARABÉNS ESTA LINDO. FIQUEI ENCANTADA. BJ
ANA MO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...