17/11/10

SUSAN DE OLIVEIRA

 

 

Sentidos


As palavras não falam
O que a boca almeja .
Os sons não tocão o  coração ,
As paisagens não contornam 
o que os olhos vêem ...
O que é belo passa  desapercebido ;
O que é perfume fica esquecido ...
O que é velho perde seu valor .
A Alma alimenta  o Amor
Em troca as mão sentem Dor ;
sem poder tocar o concreto ...
O verdadeiro  pensamento é inserto,
Perdido no espaço e procurando  abrigo ...
Mas não se lembra ?
Longe de tudo não há Perigo ...
Nem restou sequer um Amigo
Nem um abraço
Nem a despedida
Nem sequer lembrança da partida .
Fez-se em mim Labirinto
E deste meu tormento ;
Busco saída e não vejo ...
Quero meus sentidos ,
meus desejos
Quero o recomeço ;
não sei por onde  buscar o que mereço.




Sou Poetisa ,aspirante no mundo dos Contos ...

Apaixonada por Artes Plásticas e Fotografia e muito mais por ai ...

Apenas definitivamente ,
alguém algures de gosto insólito pelas palavras ;
setas vivas que doem ou fazem viver ...

Quem cria está sempre buscando algo ,mas assim também não é ...
o ser humano ? Busco a arte e o que sua essência revela em mim ...

Busco viver intensamente cada momento , enfim sou aguém algures movida a Arte ...
www.insolicitudes.blogspot.com

2 comentários:

Amor feito Poesia disse...

A simpatia e a
amizade são
duas flores enraizadas no
jardim do tempo.

D.A

Beijos & Flores no seu dia...M@ria

Colecionadora de Silêncios disse...

Maravilhoso o seu poema! Adorei!
Uma explosão de sentimentos...

Beijos :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...