04/05/11

DANIELA S.PEREIRA

Lost in the Sky


Quisera eu...receber
No meu o teu olhar
E assim arrancar
Todas as palavras
Que ficaram por dizer...

Quisera eu...entender
No meu o teu silêncio
E assim ecoar
Todos os gemidos
Que ficaram presos na garganta...

Quisera eu...sentir
Nas minhas as tuas mãos
E assim segurar
Todos os momentos
Que ficaram por viver...

Quisera eu...que tu
Também o quisesses...

Dany
27 abr 2011





Dei de caras com este mundo, às vezes doce...às vezes amargo,
a 9 de Novembro de 1978, na linda cidade de Viana do Castelo, onde continuo a viver...
As primeiras palavras em tom de poesia,
surgiram em tom de brincadeira,ajudando
 com elas uma amiga - também Daniela,por sinal - na conquista do seu amor.
Fui escrevendo muito pouco, mas em finais de 2010 este "bichinho"
 ganhou asas e espero que não pare de voar...
Sou casada e mãe de dois filhos (casal) lindos!!
Amiga do meu amigo e por ele tudo faço.
Não conheço o meu termo,
por isso ou gosto ou não gosto!
Mas o que mais detesto - não suporto mesmo - é pessoas falsas.

 
  Ver imagen a tamaño completo

   


10 comentários:

Terê. disse...

concordo com vc, fazer poema é realmente como fazer amor... bju terê.

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindissimo, não conhecia a poeta, adorei e deixo um beijinho.

Sonhadora

Luís Coelho disse...

Quisera eu dizer o que aqui foi dito mas sobretudo quisera reviver quanto foi dito

Chris disse...

Olá Daniela
Há poemas que nos tocam porque embora não dizendo directamente induzem as palavras que nos trazem à memória situações passadas, vividas ou não, e que fazem parte integrante do nosso passado.
Assim é este poema, de alguém muito jovem, mas já com uma ideia bem definida da vida e dos desenganos que ela nos deixa ao longo do seu percurso.
Que esse bichinho não definhe e deixe de escrever pois é bom o que ele produz.
Gostei muito Daniela.
Beijinho

Chris Morris

Chris disse...

Olá Céu Rosário
Muito agradeço a visita ao meu modesto blog e mais ainda o belíssimo texto lá deixado embora me tenha deixado imensamente triste.
Não fazia ideia, não podia fazer, desse drama da mãe que lamento profundamente mesmo que ele tivesse levado a escrever um belo texto.
Lamento igualmente só hoje me manifestar mas estive ausente e só este fim-de-semana posso prestar a atenção que os amigos merecem.
Em duas palavras agradeço o conceito que me é manifestado sobre o que digo ou escrevo e se não apareço mais vezes é por impedimento profissional embora por vezes, é certo, os autores não despertem em mim aquele entusiasmo que sempre é necessário para que deixemos um comentário.
Também tenho que manifestar que gosto da presença da Céu no meu blog porque é muito agradável ler quem sabe escrever e tem sensibilidade para apreciar o que lê.
Todos fazemos parte integrante de todos e estes blogs só podem manter-se se mantivermos essa parte integrante.
Gostei muito da visita.
Um bom fim-de-semana.
Beijinho

Chris Morris

BRISA disse...

QUERIDA
CÉU ESTOU ESPERANDO VC ME SEGUIR NO BLOGGER
UM FELIZ FIM DE SEMANA
UM BJ
ANA MO AQUI ESTOU COMO BRISA

Lídia Borges disse...

Muito bonito este querer que tantos querem...

Um beijo

Nilson Barcelli disse...

Magnífico poema.
Gostei imenso e nunca tinha lido nada da autora.
A Daniela tem blog?
Beijos, querida amiga Céu.

J. Antero disse...

Lindo poema...
Amiga Céu este teu espaço está cada vez mais encantador...
:-) boa semana
Bjs

http://antero-oliveira.blogspot.com

José Carlos Moutinho disse...

Belo poema, Dani.

Céu este teu blog...está simplesmente DIVINO!
Parabéns.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...