09/03/11

FERNANDA PAIXÃO





Envelhecer


Queima-me a dor
Engelha-me a pele
Engrossam os dedos
Sem que me flagele
Fraquejam-me as forças
E o coração
Os cabelos já brancos
Por antecipação
O corpo mudou
Avalio a mudança
Eu quero ficar
Para sempre criança!
As manchas na pele
O cansaço constante
A força que falta
O ficar dissonante
O corpo definha
Mas a alma não quer
Recusa-se a ver
Para onde caminha
O corpo não deixa
A alma que o tenta
A alma que o julga
E que o alimenta
O corpo aparenta a sua idade
Na alma perdura a jovialidade.
Se o corpo e alma acusam lembrança
Eu quero ficar para sempre criança!


By Fernanda Paixão
2010-06-20



Fernanda Paixão



"Caí da janela,
Subi ao telhado,
Sentei-me numa estela
Admirei o sol fechado.
Veio uma andorinha
Pus-me a cantar
Sonhei agarrá-la
E tentei acordar.
O sonho era belo
Tornei a cair,
Num raio de lua
Tornei a subir..."


By Me 1987/01/10




 

4 comentários:

Parole disse...

"Se o corpo e alma acusam lembrança
Eu quero ficar para sempre criança!"

Eu também...
Poema lindo.

Bjs

Sonhadora disse...

Minha querida

O corpo envelhece...mas a alma dos poetas é sempre criança, adorei o poema, não conhecia o poeta.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Chris disse...

Hi Fernanda Paixão

Há temas que mexem com as pessoas e este é um deles porque é umas das poucas certezas que temos na vida. Se a certeza cem por cento certa não actuar sobre nós, todos seremos velhos.
O poema, muitíssimo bem delineado, traça um percurso em que durante a leitura nos deixamos mergulhar e até parece que sentimos a dor a queimar-nos, a pele a engelhar, para não falar nos cabelos a enbranquecer, que cada manhã quando nos olhamos ao espelho são aquilo em que mais reparamos.
"Eu quero ficar para sempre criança" é um grito ansioso que igualmente, como a velhice, nos atormenta. Desejar ficar sempre criança, não perder nunca as atenções de nossa mãe que a tal velhice vai afastando até ficarmos sós, com as recordações e com a tal velhice a levar-nos pelo mesmo caminho.
Gostei imenso deste poema porque me fez falar, mergulhar na vida e talvez, como diz a Fernanda, subir ao telhado e sentar-me na tal estrela. Sendo um sonho não sofre as agruras do envelhecimento e deixa-nos sempre crianças.
Os meus parabéns
Beijinho

Chris Morris

Marlene disse...

CÉU TEU NOME JA ME DIZ QUE ÉS LUZ FORÇA E MAGIA
ADOREI CONHECER SEU BLOG É MUITO LINDO.
AMO,POESIA NÃO SOU POETA,MAS VISITO TODOS OS BLOG QUE ENCONTRO DE POEMA,TENHO UM BLOG DE POEMAS E UM DE MENSAGENS ESPIRITUAIS,SE QUIZER VIR VISITAR
EU VOU ADORAR,(AOSOHOSDAALMA.BLOGSPT.COM)
(MENTORESDELUZ.BLOGSPOT.COM)ACEITE UM ABRAÇO COM CARINHO MARLENE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...