01/01/11

CÉU ROSÁRIO








…Sinto me cansada.

Olho para um espelho e não me reconheço.

Não reconheço a pessoa que fui desde que me lembro.  
Aquela miúda que desaparece na multidão, que

 ri sem som para que ninguém a ouça, que chora  
escondida para que ninguém a veja…já desapareceu. 
 Não sei para onde foi, não sei onde a enterraram, onde se escondeu. 
Mas aquela rapariga que nascia há alguns meses…que

 ainda há semanas ria e festejava tudo o que 
 lhe surgia…também não está aqui quando me vejo ao espelho.  
TU fizeste-a desaparecer.

TU, com a tua arrogância, com o teu ar de superioridade…e, 
 apesar disso, com a tua simpatia, com o teu bom humor.  
TU, para quem eu olho sem conseguir perceber o que sinto.  
TU, com o teu sorriso, com as tuas vitórias.  
Olho para o espelho e vejo-me diferente.  
Envelhecida. Cansada. Diferente.  
Não vou ser mais uma. Recuso-me a ser mais uma. 
 Até porque mesmo que o quisesse, que o aceitasse…
Para ti…o Meu Sorriso!
Céu






Ola …
 
Sabem…o que escrevo não é dedicado a ninguem em especial…

eu sou assim,uma story teller inremediavel…
apenas solto as frases que trago dentro do meu alforge mágico,
espalho as pelos ventos cosmicos do imaginário…
agrada me historias de amores impossiveis…
como a paixao do sol pela lua..que se tocam por momentos em espaços longinquos…
aprendi que a suprema utilidade das palavras não é servirem para designar coisas
,mas fazerem sonhar…eu sou a grande sonhadora…
a arquitecta da realidade.
 
Muitos pensam que sou poeta,lirica nas palavras que escolho…

mas não,porque poeta é aquela que parece pedir desculpa ás palavras,
porque ao usá-las sente que está a fazer com que percam a virgindade…
e o acto de escrever poesia transforma-se idealmente na reposiçao cirurgica
de uma virgindade perdida.Eu apenas sonho…e agarro esses sonhos…
porque neles…queridos amiga(o)s…sou verdadeiramente…livre.
 
Um agradecimento a todos os amigos
que me acompanham por aqui!

Um abraço e Feliz Ano Novo!



 MEU BANNER
(Quem desejar pode pegar o código)

 <p align=center>http://rosarinho12.blogspot.com/
<a href="" target="_blank">
<img src="http://i52.tinypic.com/2ps20xw.jpg" border=0>

CODIGO:

<p align=center>http://rosarinho12.blogspot.com/
<a href="" target="_blank"> 
<img src="http://i52.tinypic.com/2ps20xw.jpg" border=0>




O MEU OUTRO TOQUE


Visualizar


<p align=center><a href="http://ceurosario.blogspot.com/" target="_blank">



17 comentários:

EU disse...

Lindo, o que escreveste!!! Toca e tocou-me...De facto as palavras são terrivelmente mágicas! Através delas "imaginamos" um ser que desejamos abraçar...Não posso fazê-lo mas envio-te um, amiga... :)
(PS:0 texto de bom ano, de forma indirecta-sou assim, com algo que gosto que descubram-já o postei, no final da tarde, no blogue...)

ines disse...

Céu,lindo com pinceladas de nostalgia por uma infancia e adoloscencia passadas.. e uma mulher que quer se afirmar perante a vida!!
No teu alforge mágico tens lindos contos,nunca deixes de dar-lhes LUZ...
Obrigado querida por incluir-me no teu belo blog...
Desejar-te também um ano 2011 especial,autentico e genuino como tu!!!Abraço grande

Nilson Barcelli disse...

Acho que sabes muito bem transformar a realidade em ficção.
E isso é um dos primeiros atributos para ser poeta...
Querida amiga, bom ano.
Beijos.

Mario disse...

Tudo perfeito aqui...
Tanto a primeira parte como a segunda.
Céu, mulher das múltiplas facetas... que se olha a múltiplos espelhos... os de casa, do emprego, da bolsa....
Parabéns, minha querida amiga, e bom ano para ti.
Saudades!!!

lobices disse...

...gostei do que vi e do que li
...um feliz novo ano para ti

Chris disse...

E Deus disse faça-se luz e a luz fez-se. Obrigada
amiga pelo magnífico texto.
Penélope a esposa devota e amantíssima que de noite desmanchava e teia que tecia durante o dia ocupando as longas horas em que esperava o seu amado Ulisses cuja imagem guardava no mais fundo dos seus olhos não o reconheceu quando ele regressou mas o seu cão não teve dúvidas.
Não era a mesma pessoa? Os olhos do cão diziam que sim os da sua devotada amada diziam que não.
Nós somos o que há dentro de nós aquele ser que a todo o momento sabe ser criança, adolescente ou adulto que continua traquina ou se mostra sereno e circunspecto quando as exigências o demandam. Não será que a Céu terá que deixar de se ver com os olhos de Penélope e passar a usar os do cão?
Para a abeleza ocorre-me um texto de Safo, sec VII-VI A.C.
.....
Qual a coisa mais bela da terra?
Eu penso que belo é o que se ama.
Fazê-lo compreender é coisa muito fácil para cada um. Helena, que via a beleza de muitos, escolheu como seu homem e o melhor, aquele que apagou a luz de Troia. Esqueceu a filha, os pais e foi para longe porque o amava.
Quem é belo, é-o enquanto está debaixo dos olhos,
quem também é bom, é-o agora e selo-á depois.
....
Somente nós fazemos desaparecer a nossa imagem e normalmente por entrega.
Não estaremos a dar razão ao texto de Safo?
O amor não nos impderirá de enxergar direito?
A beleza do texto que publica não é nada comparada com a beleza que se adivinha dentro da criadora.
Obrigado Céu e desejos que o Ano que agora entra seja pleno de realizações em todos os sentidos.
Um abraço grande

Chris Morris

♣ Ąηηα ♣ disse...

Retomando ao poucos!
°.*. ˛*.。˛* ˛. *。
*°_██_*.。*.
˛. (´• ̮•)*.。*♥ Beijinhos ♥
.°( . • . ) ˛°.*. ˛*.。˛* ˛. *。
*(...'•'.. ) **˚ .˛ .Anna

Tu és especial minha amiga!

Chris disse...

Olá

Nós sabemos ou pelo menos eu sei que as palavras que leio não se destinam a ninguém em particular e muito menos têm qualquer sentido para além do que elas são.
São palavras agradáveis de ler pelo modo como foram redigidas, estão bem estruturadas e sugerem ideias, nos recordam momentos e acima de tudo desenvolvem-nos, em mim, a vontade de responder, de entrar no contexto dando algo em troca.
Nesta troca sentimo-nos livres ainda que unidos pela mesma ideia e satisfeitos por termos a sensação de que estamos a valorizar a nossa cultura.
Se alguém tem que agradecer somos nós.
Muito obrigado Céu e já agora um pedido, apareça mais vezes.
Um abraço grande e um Feliz Ano

Chris Morris

Vento disse...

E o importante é isso mesmo, ser livre.

Beijo

Gege disse...

Poesia é alma
Triste, feliz
Poesia é fado
Poesia é amor
Que se coloca aqui
E em todo o lado
Poesia é sorrir
Poesia é chorar
É sofrer, é amar
Lágrimas sentidas
Vontade de partir
Vontade de ficar
Poesia és tu...
Minha amiga.

(desc. autor)

Saudade Céu!
Bejs.

Anita de Castro disse...

Céu surpreendeste me agora não contava com esta ,....perfeito mais que perfeito bem merecido

Julio Rodrigues Correia disse...

Tuas escrituras poéticas me extasiam.Parabens.

Chris disse...

E até pode ser que não tenha sido mas também pode ser que o tenha.
De qualquer maneira aqui estou novamente a ouvir boa música depois de me ter debruçado por todos estes comentários. Foi bom e nada fácil de conseguir. Só quem tem realmente valor consegue tantos e com significado.
Não seria interessante integrar, assim como num jornal, um editorial em que os leitores, os amigos neste caso, pudessem deixar as suas palavras as suas sugestões e até mesmo as emoções.
Uma entrada regular que nos levasse a dizer, é hoje que a Céu escreve. Temos que acreditar nos que nos escrevem, dos que nos manifestam o seu apreço para que este espaço tenha a dínâmica que muitos anseiam pois valor já a autora sabe que tem.
Os meus parabéns Céu Rosário e o meu muito obrigado.
Ah, sei que estou em falta mas é uma falta ponderada.
Um abraço forte, amigo

Chris Morris

Chris disse...

Not be here
but all things tempting me
as one time it was a face.
ONLY
I can come
or I can go
as people change.
Pictures or images no, but
I,
without feelings,
can have thoughts that still change too
I KNOW.
When I was young
I believed I had a love
( I had a love, I had a life)
waiting for me
all the time waiting
and I could have my will,
MINE,
any time
whether I fly whether I dream.
Today, a litle older and colder,
I am not so sure that I had my wish.

Natalia Nuno disse...

Belos momentos passados na tua companhia, mas como não há êxtase que dure para sempre neste
nosso mundo, te deixo com pena de ir, principalmente porque a tua melodia me preenche.
Grata por poder vir até aqui, me senti na eternidade por momentos.
O teu sítio é como uma grandiosa catedral, parabéns para ti e para todos os Poetas que amei ler.

Beijinhos

Fátima disse...

Nossa, encontrei um céu!
Um céu ornamentado de estrelas.
Virei sempre vê-las.
Com carinho
uma flor pra vc.
Rosa de Fátima

Twoefes disse...

Fiquei encantado com o seu blogue: Alem da sua belíssima poesia, a Céu também divulga outros poetas que tive o prazer de ler. Alguns desses poetas, eu já conhecia outros, porém, foram uma agradável surpresa. Pela quantidade de poetas que se podem ler nos blogues, está mais que certo o aforismo que diz que Portugal é um país de poetas. Efectivamente os poetas portugueses são muito bons, com uma profunda sensibilidade conseguem transpor cá para fora o que lhes vai na alma. A Céu permita que lhe diga, faz parte dessa escol de poetas que nos sensibilizam com as suas palavras. Muito obrigado.
Um beijo com amizade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...