25/09/10

LUISA V.TAVARES




Fecho os olhos
E sinto o mar beijar-me os pés
A cada vai vem de ondas calmas
No silêncio da noite,
Só eu e ele perdidos no universo
Da minha infinita saudade…

Sem perceber deixo voar o pensamento
Para longe, nos sentimentos
Era menina e construía castelos no ar
Sonhava um dia partir a navegar
Para lá do horizonte encontrar
Reinos de príncipes e princesas
Felizes, de encantar…

Desejo nesse momento
Voltar a ser criança e acreditar
Em contos de fadas e princesas
Num mundo feito de amor
E sonhos para conquistar 

✿Liz ✿


5 comentários:

JoséManuelBarbosa disse...

Pois minha amiga, onde quer te encontres tu estás comigo e eu contigo!
Além e aquém de qualquer horizonte que se desenhe, eu me detenho e te abraço num envolvimento caloroso, seja no silêncio da noite ou no burburinho dos dias...
Beijo... e outro...!
(Parabéns Céu! Beijo grande para ti)

Ana Gaúcha _Professora disse...

Prazerrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
Céu Rosário.

Belo espaço-----Colorido
Amei.
]♥ ____ ♥
Precisa-se de um amigo que faça a vida valer a pena,
não porque a vida é bela, mas por já se ter um amigo.

Precisa-se de um amigo que nos bata no ombro, sorrindo ou chorando,
mas que nos chame de amigo.

Precisa-se de um amigo para ter-se a consciência de que ainda se vive.

Carlos Drummond de Andrade
♥ ____ ♥
`•
¸.•)´

eEUcomISSO [Tassio Bruno] disse...

q linda poesia liz! pode sentir num apenas o divagar mas os sentimentos intensos se somarem na dança do ar. abçs pra ti cara ceu, de tassio!

♣ Ąηηα ♣ disse...

E esta é a minha mana do coração!
Toda ela emoção e sentimentos
Parabéns Céu pelo teu bom gosto
Bjs

vitorio disse...

Liz a minha primeira amiga da net,é alguém a quem admiro pela coerência da sua poesia e pela humanidade das suas palavras,
a minha homenagem nesta minha poesia
UM FALAR A DEUS

Uma poesia!
Pode certamente!
Confundir-se com uma flor!
Se ela for linda!
E feita com amor!

Cada poesia é única!
Como o é, qualquer pessoa!
A singeleza das palavras!
Como flores abrindo!
Deixam aqui e ali!
Qual canteiros de flores!
De bocas sorrindo!

Na poesia tudo coexiste!
E uma poesia também pode ser!
Imensamente triste!

Falar das estrelas!
Da terra do mar
Um falar a Deus!
Em forma de amar!
Vitoriogil

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...