01/07/12

ROSA MARIA



Lá...no fundo do nada

Lá...nesse lugar do nada...minha alma voará solta na imensidão
Em translúcida serenidade...branca e leve...em solitária alegria
Sem lembranças do tempo passado...com uma rosa presa na mão
Voarei nas asas do vento suave...fecharei os olhos à melancolia

Lá...nesse lugar incerto onde não há tempo...voarei serena
Cruzarei as mãos sobre o meu peito...adormecerei em paz
Entre as sombras feitas de instantes...deixo a imagem terrena
Caminharei solta e livre...para o lugar onde o meu corpo jaz

Lá...no fundo do labirinto...nas margens dos sonhos perdidos
Submersa no cansaço da noite...vaga minha alma só e errante
Nas horas sombrias dos longos dias...na loucura dos sentidos
Lá...onde a solidão persiste...partirei no lamento dum instante

Lá...onde a ausência doi...onde o silêncio é um grito mudo
A eternidade é o regaço onde me deito...a luz que me veste
Os meus destroços são gestos esquecidos...abismo profundo
Lá...no vazio da morte...minha triste sombra de mim se despe

Lá...nesse lugar sem rosto...onde vagueiam as almas errantes
Na solidão do tempo...no fundo do nada...na noite sem fim
Onde caminho sem rumo...despojada de todos os instantes
Lá...onde cansada me deito...irão repousar os restos de mim

Lá...onde os meus sonhos voaram...os anseios adormeceram
O tempo deixou de ser tempo...caminhando em passos lentos
Para o fim do fim...perdida na distância...nas cinzas do tempo
Presa em lembranças...dos desejos que no meu corpo viveram

Lá...no fundo da memória...há um silêncio gritando vazios
Partidas sem regresso...gestos mudos...sem corpo nem alma
Desenhando no meu rosto o entardecer...os teus lábios frios
Gelados como a noite escura...desertos como a madrugada.





Caminho na treva...sem rumo...abismo vazio
Fui tudo...sou nada...fui amor...sou chão
Sou sangue...sou noite...fui flor...sou frio
Fui vida...sou morte...eternamente solidão


Bebo sózinha a minha taça...brindo à solidão
Ninguém me acompanha...só minha sombra
Canto à lua...canto à noite...brindo à ilusão
Embriago-me de sonho...brindo à recordação


line3fv9.gif separadores picture by carmina289


 



7 comentários:

OceanoAzul.Sonhos disse...

Linda homenagem à Rosa Maria, adoro o que escreve. Lindo poema, parabéns pela escolha Céu Rosário.

beijinho às duas.
cecilia V.B.

Mena disse...

Lindo poema... adorei... beijinho

Sonhadora disse...

Minha querida Céu

Estou sem palavras...digo apenas OBRIGADA pelo carinho e pela pessoa generosa que és.

Um beijinho carinhoso
Sonhadora (RosaMaria)

marcelleba disse...

Céu minha cara amiga,
pelo blog de Lú encontrei o seu maravilhoso blog.
Sinto saudades do nosso tempo do Live Spaces onde eu tinha 3 blogs e hoje não tenho mais nenhum pois não sou be migrapara o outro que nos ofereceram.
vc se diz NÂO poeta mas o que leio e vejo aqui é pura poesia!!!
Um beijo amiga, carinho, Marcelle

Joao Dias disse...

Olá,
Fiquei de boca aberta coma qualidade e conteúdos do blog...é sempre assim,as coisas boas estão aqui mesmo ao lado...vou seguir com muita atenção!
Abraço,
João Dias

ฟ є ภ α disse...

Ola Ceu
Teu blog ta lindo .. Parabens

Publiquei no meu uma frase tua!!! :) espero que nao te importes, se quiseres ver:http://eu-mena.blogspot.pt/
Beijinho grande e bom fim de semana.

lola disse...

CÉU bello poema muy triste, lleno de nostalgia y tristeza
gracias por compartir Dios le bendiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...