04/03/11

JOÃO VERÍSSIMO



Dou-te o meu colo
De abraço quente
Meu silencio de beijo
No olhar
E deixo que os corações
Se ouçam bater
E acertem seus ritmos
Um no outro
Assim quietinhos
Para
Não magoar-mos
O amor…
Encosta a cabeça
Ao meu peito
Cubro-te o corpo
Com o meu abraço
Enrosca o teu corpo
Ao meu abraço
Cobre-te o abraço
Na capa protectora
Deixa que nossos corações
Se ouçam…
Eles sabem…
Eles conhecem-se …
Eles amam-se…
Deixa-os conversar…
Sente o calor que te
Ofereço
Refaz em ti de mim
O equilíbrio
Bebe de mim para ti
Ofereço-me numa entrega a ti…
Deixa a respiração beber
Do odor do abraço
Assim como o carvalho forte
Embala o vento
Nos seus ramos delicados
Assim te embalo
O corpo
Beijo-te a cabeça
Num beijo sussurro de carinho
Pego no teu corpo coberto
Pela manta do abraço
E levo-te para a cama
Teus olhos fecham-se já sono
E na cama deito-te mantendo o abraço
Adormeces…
E eu fico abraçado ao teu sono


Alexandre Falcão
01/03/2011






Cansam-me os poetas do encanto
Que procuram encantar
Cansam-me as palavras direitinhas
Alinhadinhas…coladinhas ao doce
Cansam-me os quadrinhos ridículos
De historiazinhas de encantar
Dos poetas do encanto!

Alexandre Falcão
03/02/2011


"Transformar uma estátua de palavras pintadas de musica,
Numa obra de arte vivente."


11 comentários:

Parole disse...

"Adormeces…
E eu fico abraçado ao teu sono"

Delícia esse adormecer... Parabéns pela escolha.

Bjs

Nilson Barcelli disse...

Quetrida amiga, bom fim de semana.
Beijos.

Mario disse...

Sempre renovando, mas sem perder a identidade.
Gosto em especial da música de fundo que estou a ouvir.
Bom fim de semana.

Anita de Castro disse...

belissima poesia ,braços de sentimentos ,encontro dos sentidos
Adormecer nos braços teus


Céu para ti um beijinho ,continuo te procurando no canto dos poetas ,encontro me aqui

ARAAN disse...

Belissima poesia !
Beijinhos com ternura ...

Anónimo disse...

sempre a evoluir a tua poesia e a levares a alma pra outra dimensao amigo....fuerza...deste amigo da terrinha...jorge pardal

Mariazinha disse...

De quem é esta poesia ?? Do JOÃO VERÍSSIMO, ou de um Alexandre Falcão ?? Ou de JOÃO VERÍSSIMO aka Alexandre Falcão ???
...
Thanks
Nice blog...
M

GURU.INTERVENTIVO disse...

O Poema é de Alexandre Falcão, a parte do homem que é poeta, pois o homem em si é mais vasto!
(Dai usar só uma pparte do nome para o poeta)
Obrigado
João Alexandre Falcão Sampaio Veríssimo

GURU.INTERVENTIVO disse...

Aquele abraço Jorge ;)

GURU.INTERVENTIVO disse...

Obrigado :)

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ prix cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ comprare cialis online
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis comprar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...