30/10/10

FATIMA MENDES






Perdi um Amigo
que julguei ter mas não tinha ,
não tive...
que julguei vir a ser
 e não (foi) nem era ...
que não conheço, não conheci,
nem vou conhecer, decerto...
porque lhe chamo então de amigo?!
é que supostamente devia ser...não foi..
não é...não será...
com muita pena minha....







Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida
removendo pedras e plantando flores...
 
 
 

2 comentários:

disse...

Gostei daquela frase:

Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida
removendo pedras e plantando flores...

Aleatoriamente disse...

Querida.
Amigo não é só aquele que se pode apertar em teus braços.
Nem aquele que olhando em teus olhos te fala de amor, sem sentir.
Amizade é aquela, que a distância não te faz esquecer, nem as incompreensões, ou as falhas da vida.
“Errar é humano, permanecer no erro é burrice.”
Amigo é todo aquele que nos fez aprender alguma coisa, seja esta coisa boa ou ruim.
Sabe por quê? Porque com isso aprendemos algo valioso.
A vida é feita de escolhas e antes de se saber escolher erramos, nos machucamos, ou machucamos alguém que acreditou em nós. Mas se o machucado não foi intencional nos redimimos e aprendemos a lição. Posso dizer isso de carteirinha, ou de coração.
Só não se chama de amigo aquele que o coração não pediu, porque esse sim sabe escolher sem meio termo.
Tenho muito colegas e bem poucos amigos, mesmo aqueles que nem desconfiam que os tenho um amor grandioso. Não importa! Os amo assim mesmo.
Só se deve ter piedade daqueles que não tiveram a capacidade de compreender, ou amar .
O resto? É brilho de SOL.

Beijinho.
Amei sua visita.
Fernanda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...